A pecuária exige tempo e dedicação de quem pretende investir em sua produção. Grandes produtores contam com processos estruturados para que o ecossistema da fazenda funcione. O espaço físico e o investimento financeiro são partes muito importantes e, independente de sua abundância, devem ser bem administradas. Por isso, nós, da Taura, trazemos 4 dicas que vão ajudar o pequeno produtor pecuário.

Foco de produção

Tenha em mente qual será o foco de sua produção. Pecuária leiteira e pecuária de corte exigem diferentes cuidados com o gado, assim como diferentes aplicações de técnica. Você pode optar por investir nas duas vertentes, mas para o pequeno pecuarista a assertividade e rentabilidade podem ser maiores quando o investimento é feito com um único foco de produção.

Recursos naturais

Verifique se a sua propriedade atende a demanda de recursos naturais para a quantidade de gado que você cria ou deseja criar. É muito importante que seu terreno tenha água e pasto em abundância, e que comporte de forma compensatória o número de animais que você idealiza.

Equipamentos

Invista em tecnologia e bons equipamentos. Entenda que ter desde um bom cocho, até uma boa pistola de vacinação, fará com que a qualidade de sua criação seja satisfatória. Verifique o desgaste de suas ferramentas de trabalho — invista nos cuidados para que a degradação seja a menor possível.  

Divisão do espaço

A divisão do terreno é de extrema importância, assim como a resistência e qualidade das cercas colocadas. Um arame pouco resistente ou inadequado pode resultar na fuga e comprometer a integridade física de seus animais. O espaço deve ser reajustado conforme o aumento ou diminuição da quantidade de sua criação.

Você tem alguma outra dica para acrescentar ou dúvidas sobre o tema? Esperamos que tenha gostado dessas 4 dicas que vão ajudar o pequeno produtor pecuário. Para ver mais conteúdos como este você pode acessar as redes sociais da Taura: YouTube, Facebook e Instagram.