Quando se pensa em cercar a propriedade e limitar o acesso do rebanho a determinadas áreas, normalmente a ideia é simplesmente “preciso de um arame forte”. Mas o que pouca gente sabe é que existem algumas características no processo de fabricação dos materiais que dão outros atributos  tão necessários quanto a sua força — à cerca. E é exatamente isso o que acontece com os arames com alto teor de carbono.

O pecuarista que deseja ter sucesso e estabilidade no negócio precisa ter um bom planejamento em todas as etapas da cadeia de produção. A escolha do arame para a fazenda entra como uma estratégia de investimento — aumentando a economia e a produtividade — e deve, portanto, ser feita com cautela e conhecimento.

Mas o que são arames com alto teor de carbono e quais as vantagens que eles oferecem ao produtor? De que maneira eles influenciam na produtividade da fazenda? Para responder a essas e outras perguntas, elaboramos este artigo. Acompanhe!

O que são arames com alto teor de carbono?

O aço é uma liga metálica composta basicamente por ferro, carbono e manganês. No seu processo de fabricação, ele leva diferentes porcentagens de carbono: aço baixo carbono (menos de 0,3%); médio (0,3 – 0,8%) e alto (mais de 0,8%). É a quantidade desse e de outros elementos químicos adicionados na liga que faz com que os aços tenham características especiais.

O desenvolvimento do aço pode ser rastreado até a Idade do Ferro (estabelecida em 1000 a. C.), quando as técnicas de fabricação foram dominadas pelos egípcios e chineses. Mas foi em 1856, na Inglaterra, que houve o primeiro processo de produção de aço em massa, o que diminuiu seus custos e revolucionou a história da humanidade.

A partir disso, a indústria siderúrgica voltou-se ao aço e com o crescimento da tecnologia — que cria novas formas de eliminar impurezas e adicionar elementos — as ligas metálicas apresentam diferentes propriedades, direcionadas para os seus diversos usos.

Analisar essas características é fundamental para fazer a escolha certeira do arame a ser instalado na propriedade.

Quais são os seus principais usos na agropecuária?

Nas fazendas de pecuária, a cerca de arame é usada para estabelecer as divisas da propriedade e também para limitar o acesso do rebanho a determinadas áreas, como mananciais de água e locais com manejo de pastagem em andamento.

Sendo assim, o produtor necessita de algo que seja mais forte que o boi. Uma cerca que seja eficaz para conter animais ariscos ou estouros de boiada, mas que seja, ainda, segura. Ou seja, é preciso um arame homogêneo e resistente o suficiente para não arrebentar, uma vez que cercas rompidas podem trazer muitos problemas para o fazendeiro.

Quais são as vantagens trazidas pelo uso desse produto?

Uma das características dos arames com alto teor de carbono é que eles são mais finos que os convencionais, comumente utilizados nas fazendas. Mas, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, o fato desse arame ser mais fino não significa que ele seja mais fraco. São, justamente, os elementos químicos presentes na liga que permitem que o fio tenha a mesma resistência dos arames mais grossos.

Pense, por exemplo, nas teias de aranhas. Elas são a fibra natural mais resistente conhecida no mundo não ultrapassando, porém, 0,00015 milímetros de espessura. A sua força é comparada, inclusive, à do aço e, caso os seus fios tivessem a dimensão de um lápis, seriam capazes de parar um Boeing 747 em pleno voo.

O mesmo pensamento vale para os arames com alto teor de carbono. E como isso é possível? Com a tecnologia. Então você tem um arame mais fino, mas, devido às propriedades químicas e físicas do produto, ele não só é igualmente forte como também apresenta uma série de outras qualidades. Por exemplo:

Baixa conformabilidade e alta flexibilidade

A conformabilidade é a facilidade que um material tem de se deformar. Nos arames com alto teor de carbono essa capacidade é baixa. Logo, isso significa que o produto é capaz de suportar 700 kg de força sem esticar e lacear. Ou seja, a sua rigidez confere certa flexibilidade ao arame, que cede um pouco (mas não afrouxa) e se recupera mesmo com as investidas dos animais contra a cerca.

Mais leveza e maleabilidade

O alto teor de carbono confere dureza ao arame, porém, por ser mais fino, ele é mais maleável e muito mais leve. Essas duas características possibilitam uma grande facilidade no transporte e no manuseio do material.

Alta durabilidade e resistência ao desgaste

Os elementos que formam o aço especial fazem com que ele seja mais resistente ao desgaste do tempo e das condições climáticas. Quem oferece isso ao aço é o zinco, e o processo de galvanização — que adiciona uma camada de zinco na estrutura — proporciona alta proteção contra o enferrujamento do produto.

Maior economia e rentabilidade

Por fim, todas essas características formam um arame com alta qualidade que será menos custoso na instalação (menos gasto com transporte e postes necessários para obter a mesma força) e na manutenção (resistência ao tempo e ao contato dos animais). Tudo isso gera mais economia ao produtor, refletindo um maior retorno dos investimentos a médio e longo prazo.

Qual a importância de fazer a escolha certa?

Quando o pecuarista planeja e escolhe com conhecimento os equipamentos para a infraestrutura da propriedade, ele vê o seu negócio alavancar. Isso porque ele sabe que todas as etapas da cadeia de produção estão interligadas e o bom funcionamento de uma depende do bom andamento da outra.

Os arames com alto teor de carbono oferecem mais segurança à propriedade e mais tranquilidade ao produtor, que tem a certeza de que o gado está a salvo nos limites da fazenda. 

O pecuarista que deseja se manter no mercado precisa estar sempre à frente, se atualizando e inovando a sua cadeia produtiva. É a tecnologia que possibilita isso, melhorando sistemas e facilitando o trabalho do dia a dia.

Você pode perceber isso ao pensar sobre a evolução do telefone. O que antigamente era um aparelho pesado, fixo e com apenas uma finalidade, hoje é um computador que permite ter o total controle sobre a nossa vida pessoal e profissional, na palma da mão.

O bom planejamento e a escolha certa dos produtos para a fazenda passam, portanto, pela união da tradição da vida no campo com a tecnologia e o aperfeiçoamento da infraestrutura.

Então, nosso artigo sobre arames com alto teor de carbono foi útil e esclarecedor para você? Novas dúvidas surgiram ou você quer saber mais sobre isso? Entre em contato conosco, teremos prazer em lhe atender!