A rotina de trabalho em uma fazenda é muito corrida e exigente. Como o mercado está passando por transformações, é preciso oferecer mercadorias de qualidade e que tragam mais produtividade para a propriedade.

Nessas horas, é fundamental adotar novas tecnologias e metodologias na produção. Infelizmente, muitos produtores ainda têm receio sobre o novo e não tomam atitudes inovadoras. Quem segue por esse caminho perde oportunidades para crescer, pois novas ferramentas e estratégias são desenvolvidas para o trabalho no campo a todo momento.

O arame é um material utilizado em todas as fazendas de nosso país, protegendo as divisas da propriedade e delimitando o espaço para a circulação de animais, por exemplo. Em todas as situações, ele deve ser resistente e durável, visando a extração do melhor da fazenda.

A espessura do arame é um fator determinante nessas horas. Muitos profissionais acreditam que quanto maior a bitola do arame, mais força ele aguenta, mas essa ideia está errada e vamos provar o porquê disso.

Ao ler este post, você vai descobrir que arames com espessura menor são ideais para a sua produção. Acompanhe!

A espessura do arame tem relação com a resistência dele? Por quê?

Não. A resposta para essa pergunta parece simples, mas é necessário compreender as suas causas e quais consequências ela pode causar em sua gestão.

Antes de mais nada, entenda melhor o histórico do mercado de arames agropecuários. Nos últimos 80 anos, nenhuma mudança significativa foi aplicada nesse setor. Os produtores utilizam as mesmas técnicas que os seus antepassados usavam. Dessa maneira, um novo produto é recebido com receios e dúvidas — assim como quando a espessura do arame é menor.

Na contramão desse pensamento, a evolução do aço está ligada a ter um material de resistência adequada, mas que seja mais leve. Ter uma resistência igual ou maior com um diâmetro menor significa mais qualidade e menos gastos.

Pense no mercado automobilístico: os carros eram produzidos com chapas mais grossas até poucos anos atrás. Hoje em dia, elas têm espessuras menores e são mais resistentes.

Os principais fabricantes do Brasil utilizavam arames com uma bitola única e, durante muito tempo, esse produto não passou por melhorias.

A evolução chegou às fazendas brasileiras, com o objetivo de criar estruturas, rolos e peças mais leves, mas que tenham o mesmo desempenho. Em algumas situações, é possível obter performances que superam os produtos tradicionais.

Há dez anos, a Taura apresentou soluções inovadoras ao mercado. O projeto estava focado em oferecer um produto igualmente resistente, pronto para atender às demandas dos clientes — mas cerca de 30% mais leve. Em outras palavras, isso significava que um rolo de 1.000 metros de arame tradicional pesa 45 kg, enquanto a mercadoria da Taura, que cumpre a mesma função, pesa 30 kg.

Essa diferença parece pequena, mas proporciona diversos benefícios aos trabalhos no campo. Por ser mais fino, o arame é mais maleável e mais fácil de dobrar. A facilidade no transporte é outra questão muito importante também.

A qualidade está em atender o resultado esperado e não apenas vender um produto mais leve.

O que influencia na qualidade do arame?

Agora, veja quais critérios aprimoram o desempenho desse material:

Alto teor de carbono

Essa característica está relacionada aos padrões da Society of Automotive Engineers (SAE), que é uma organização que realiza estudos em engenharia automobilística e indústrias montadoras.

Segundo ela, produtos de aço produzidos com SAE abaixo de 1040 são considerados materiais de baixo teor de carbono. Já os produtos com SAE acima de 1050 são tratados como materiais de alto teor de carbono

Isso está diretamente ligado à resistência do aço e do arame. Quanto mais carbono em sua composição, mais resistente é o material. A espessura do arame da Taura é menor e produzido com SAE acima de 1050. Com isso, o material entregue é mais resistente.

Tripla galvanização

A galvanização é um processo químico que aplica uma camada protetora de zinco em uma superfície de aço ou ferro. Ela cria um revestimento resistente, que adia a corrosão do material e aumenta a sua vida útil.

Ser triplamente galvanizado significa ter mais proteção e melhor desempenho. Os arames oferecidos pela Taura passam por esse tratamento e demoram até três vezes mais tempo para oxidar.

Custo-benefício

A preparação de uma cerca deve ser muito bem realizada, não é mesmo? Simples detalhes colocam em risco a eficiência da atividade. Com um material de alta resistência e mais durável, as necessidades de troca e manutenção são menores. A tripla galvanização gera economia a longo prazo e um ótimo custo-benefício ao seu orçamento.

Qual é o papel da tecnologia?

Você está lendo este post em um celular, tablet ou computador, certo? Pois então, os avanços tecnológicos derrubaram todas as fronteiras para a comunicação e a troca de informações entre pessoas e empresas. Muitos acreditam que essas melhorias ficam restritas aos grandes centros urbanos.

Na verdade, as fazendas já aproveitam essas questões também. O uso de drones facilita o controle das despesas na produção e melhora o monitoramento das atividades. A internet das coisas automatiza processos e fornece informações em tempo real sobre a saúde e o peso dos bois. Além do mais, existem softwares que melhoram o gerenciamento financeiro, permitindo que você tome decisões mais eficientes.

Esses são apenas alguns exemplos que comprovam que a tecnologia é uma grande aliada do fazendeiro. Adotar produtos inovadores é uma necessidade para trilhar o caminho do sucesso.

Arames de menor espessura tornam a rotina de trabalho mais fácil, já que eles simplificam o transporte e o manuseio. Além do mais, eles são mais resistentes e exigem menos manutenção.

Esses pontos ajudam na otimização de recursos financeiros e mostram que você está preparado para prestar um serviço de qualidade. Então adote soluções inovadoras em sua produção, já que muitos produtores ainda não dão a devida importância para esse assunto.

Agora que você já sabe a importância da espessura do arame para a obtenção de resultados positivos em sua fazenda, entre em contato com a gente e encontre os melhores produtos que o mercado pode oferecer!